Comitê já começou a organizar o XXX CBP, em Natal

O XXIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria chegou ao fim. Nos quatro dias de evento, a programação variada e a excelente infraestrutura do local chamaram a atenção dos congressistas. Agora, é hora de começar a pensar em Natal, cidade que vai sediar o XXX CBP, entre os dias 10 e 13 deoutubro de 2012. E os preparativos para o maior congresso de psiquiatria daAmérica Latina no Rio Grande do Norte já começaram.

O Comitê Organizador Local, formado pelas doutoras Regina Miranda, Mirna Chaves e Nadira Hazboun, está trabalhando em conjunto com a ABP para garantir que o Congresso de 2012 seja tão ou mais bem sucedido que o CBP deste ano.

De acordo com a Dra. Regina Miranda, já foram feitos contatos com a Secretaria de Turismo do Estado, a Emprotur (Empresa Potiguar de Promoção Turística) e com o Natal Convention Bureau com a finalidade de estabelecer uma cooperação para o XXX CBP.

Na edição do CBP deste ano, um estande com folders, vídeos e comida típica do Rio Grande do Norte foi montado na área de exposições para divulgar o próximo Congresso. A beleza de Natal animou os congressistas que, segundo a Dra. Miranda, garantiram participação em 2012.

Uma das expectativas do Comitê local era quanto à construção de um túnel ligando o prédio principal do Centro de Convenções de Natal a um pavilhão secundário, o que já está sendo feito pelo governo do Estado. Dra. Miranda explica que a obra era fundamental para facilitar o deslocamento dos congressistas dentro do complexo.

Conhecida por suas belas praias, dunas e por abrigar o maior cajueiro do mundo, Natal sediará pela primeira vez um CBP e os atrativos turísticos da cidade devem contar na decisão de participar do XXX Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Dra. Miranda afirma que o congressista que for a Natal será muito bem recebido. “O povo de Natal é conhecido por ser hospitaleiro, tratamos muito bem os nossos visitantes. Sem falar no clima da cidade, que não tem grandes variações de temperatura durante o ano e que, na época do congresso, estará muito agradável, pois é um período em que não chove, mas que também não faz muito calor”.

O congressista que participar do XXX CBP também não terá problemas com hospedagem. Segundo a Dra. Regina Miranda, Natal é a capital com o maior número de leitos do setor hoteleiro no Nordeste. Ela ressalta também que o Centro de Convenções da cidade está localizado no bairro de Ponta Negra, na via costeira, próximo dos melhores hotéis e também daqueles com preços mais atrativos. “A pessoa que não quiser ficar num hotel muito caro terá outras opções, inclusive, próximas ao Centro de Convenções”.

Sobre a experiência no XXIX CBP, Regina Miranda afirma que quer aproveitar em Natal a ideia das várias áreas de descanso montadas no RioCentro, independentes da estrutura oferecida pelos expositores. Ela diz que também pretende manter a praça de alimentação bem próxima dos estandes, para que as pessoas que forem aproveitar o intervalo para visitar as exposições possam também ter comodidade para comer.

“A minha expectativa é que o XXX CBP tenha um grande número de inscritos por que, como Natal tem esse apelo turístico muito forte, isso termina atraindo muita gente, as pessoas vão para o Congresso e aproveitam também essas características da cidade. E outra coisa é que o CBP tem sido muito organizado, melhora a cada ano, e tem tido uma programação científica excelente. Este Congresso, no Rio de Janeiro, foi muito bom e o de Natal espero que seja ainda melhor”, finalizou.

LinkedInPinterestPrintFacebookGoogle+WhatsApp 

2 respostas para Comitê já começou a organizar o XXX CBP, em Natal

  1. Sandra Alves 6 de novembro de 2011 at 14:55 #

    Foi ótimo O XXIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Gostaria que no próximo fosse incluído temas sobre pacientes Bordeline, pois ainda é um calo no sapato dos profissionais, principalmente psiquiatras, e a falta de compreensão social sobre estes pacientes leva a práticas terríveis e recheadas de preconceitos, injustiças e descaso obviamente, causado a desistência do tratamento (por pacientes e psiquiatras) e na morte de muitos pacientes.
    Sandra Alves. Psicopedagoga (FS-BA).

  2. Grupo Psicopedagogia Hoje (FS-BA). 6 de novembro de 2011 at 15:06 #

    Foi ótimo O XXIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Gostaria que no próximo fosse incluído temas sobre pacientes Bordeline, pois ainda é um calo no sapato dos profissionais, principalmente psiquiatras e a falta de compreensão e conhecimento sobre esta doença mental é terrível e recheada de preconceito, injustiça e descaso, causado a desistência de tratamento e descrédito profissional. Além da morte de muitos pacientes.

Deixe uma resposta