Mônica Zilbovicius

Mônica Zilbovicius

Depois de terminar sua residência em psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Monica Zillbovicius iniciou um trabalho de pesquisa pioneiro sobre autismo na França, investigando as alteraçoes cerebrais por estudos com neuroimagem. Atualmente ela dirige um laboratorio de pesquisa do Instituto Nacional de Saude e Pesquisa Médica (INSERM) no hospital Necker em Paris, onde é responsável por projetos de pesquisa em imagens cerebrais e estimulaçao magnética transcraniana nos distúrbios do desenvolvimento da criança. Essas pesquisas resultaram em mais de 80 artigos cientificos, publicados em revistas internationais de psiquiatria e neurosciencia.

Formação acadêmica
1980 – 85. Graduaçao em Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de Sao Paulo, Brasil – Doutor em Medicina, Universidade de São Paulo, Brasil.
1986 – 88. Residencia Médica em Psiquiatria Adulto, Instituto de Psiquiatria, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, Brasil.
1988. Especialidade de Psiquiatria, Instituto de Psiquiatria, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, Brasil.
1990. Mestre (mestrado) em Neurobiologia e Psicopatologia dos Comportamentos. Universidade de Paris VI.
1995. Doutor (doutorado) pela Universidade de Paris VI – Ciências da Vida – Menção Honrosa com Parabéns do Júri.
2008. Livre Docência (HDR) pela Universidade Paris VI. 

Conecte-se

Assine nossa newsletter para receber atualizações.

Comments are closed.